Dia da Infância

 
 
 


     

     

     

    24 de agosto, Dia da Infância

     

    No sentido literal da palavra, quer dizer: período do desenvolvimento do ser humano, que vai do nascimento ao início da adolescência.
    Sabemos que é um período muito importante, com muitos cuidados e repleto de desafios.

    Muitas atitudes tomadas quando estamos adultos, são reflexos do que fizemos na nossa infância, então separamos alguns pontos que achamos importante para ajudar os pequenos.

     

    Para estimular no desenvolvimento, há algumas dicas:

    1. Conversar e interagir com a família

    – Conversar com o bebê, falando devagar e olhando em seus olhos, favorece a criação de um vínculo afetivo mais forte e duradouro, e isso certamente irá influenciar todas as relações futuras que ele terá

    2. Brincar

    – A criança que brinca (além de se divertir) demonstra ter saúde e inteligência emocional, mais facilidade para se comunicar e maior capacidade para se relacionar com os outros.

    3. Ler

    – Através das histórias, elas podem se comunicar, exercitar a atenção e a memória, adquirir conhecimento, aprimorar a linguagem, melhorar a escrita e refletir sobre o mundo que as cerca.

    4. Ouvir música

    – A música mexe com emoções e sentimentos, relaxa, acalma… pode ainda trazer recordações e criar bons momentos junto de pessoas queridas. Além disso, através da música, as crianças podem treinar ritmo e coordenação motora.

    5. Dormir bem

    – Já existem estudos que mostram que a maior parte das crianças com uma rotina de descanso ajustada, tem menos risco de desenvolver problemas relacionados à déficit de atenção e a dificuldades de aprendizado na escola.

     

     

    E nesse período de pandemia, estudar com seu filho em casa está sendo um desafio! Então também trouxemos dicas extras que ajudarão você a mantê-lo focado como estamos fazendo no nosso programa Le Canton Escolar

    1. Monte um quadro de rotina

    – Pode ser em um papel, em um quadro ou até com lembretes em uma parede. É importante mostrar para as crianças que esse quadro é flexível, que ninguém está ali para obrigar ninguém a fazer nada, mas sim para ajudar. Anote os horários para alimentação, estudo, trabalho, banho, diversão, tudo!

    2. Separe um local da casa para o estudo

    – se for possível, escolha um ambiente bem iluminado e arejado. Organize o local de uma maneira que as crianças se acostumem a colocar os materiais sempre no mesmo lugar. A ordem contribui para a concentração

copyrights © 2018 Le Canton   Todos os direitos reservados.